Blog HCC Hotels

Categorias
Curitiba/PR Destinos Dicas de Viagem

Feirinhas em Curitiba: as melhores sugestões para você visitar

As feiras de rua, no geral, oferecem diversas opções de produtos para todos os gostos e necessidades, seja para uma refeição rápida, ingredientes frescos para cozinhar em casa, roupas dos mais variados estilos ou outros tipos de compras. E com as feirinhas de rua em Curitiba, não é diferente!

Antes de mais nada, vale dizer que elas se dividem em muitas categorias, dentre elas as noturnas, gastronômicas, de artesanato e até mesmo de antiguidades — cada uma com suas vantagens e charme único, atraindo tanto locais quanto turistas.

Neste artigo, vamos explorar mais sobre a programação de feirinhas em Curitiba e pontuar quais delas não podem faltar em seu próximo roteiro pela capital paranaense. Vamos lá?

A importância dos espaços culturais e turísticos em Curitiba

Nas movimentadas ruas de Curitiba, as feirinhas são pontos de encontro populares, pois atraem tanto os moradores quanto turistas. Com origens no século XX, esses espaços evoluíram para se tornarem importantes (e grandes) atrativos culturais e turísticos curitibanos, o que celebra não só a diversidade, mas também todo o charme da cidade.

Por conta da variedade de artesãs e artesãos locais, alimentos frescos, antiguidades e outros, cada feirinha em Curitiba oferece diferentes tipos de atrativos. É nesses espaços que conseguimos experimentar um verdadeiro misto de tradição e inovação — dois dos aspectos mais característicos da capital do Paraná.

E não para por aí: a relevância dessas feirinhas vai além da sua função como mercados. Elas representam a rica história cultural de Curitiba, pois oferecem uma ótima oportunidade de imergir nos costumes e tradições mais típicas. Além disso, são muito importantes para a economia local, já que abrem espaço para pequenos negócios e artistas independentes.

Ao explorar suas barracas coloridas e produtos variados, você pode se conectar ainda mais com essa metrópole brasileira. Nos próximos tópicos, vamos apresentar as melhores feiras para visitar na cidade. Confira!

Leia também: Verão em Curitiba: dicas, passeios e informações 

Feirinha do Largo da Ordem

Paisagem urbana movimentada com prédios imponentes e uma cena de rua animada cheia de barracas de feira.
Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

Entre as atrações de Curitiba, a Feirinha do Largo da Ordem se destaca como um tesouro cultural que vale a pena tirar um tempo para conhecer. Realizada todos os domingos, das 9h às 14h, no bairro São Francisco, essa feira já se tornou tradição da cidade, ela conta com uma variedade de artesanatos e opções gastronômicas.

Neste espaço, artistas locais mostram suas criações, que vão de pinturas a esculturas e artesanatos — o que destaca a diversidade e a riqueza artística curitibana. Além disso, na feira ocorrem apresentações ao vivo, com músicos e dançarinos, oficinas de arte, palestras sobre patrimônio histórico e exposições temporárias que complementam a experiência.

Na gastronomia, a Feirinha do Largo da Ordem também não fica para trás. Desde pratos típicos paranaenses, como o Barreado, até petiscos de rua e cervejas artesanais locais. As pessoas que curtem o turismo gastronômico irão amar!

Se você está planejando uma visita à Feirinha do Largo da Ordem, nossa dica é chegar cedo para aproveitar ao máximo a experiência. Não se esqueça da sua câmera — há ótimos lugares para ‘fazer uns clicks’ em cada esquina!

Feirinha da Praça Osório

Um mercado de rua movimentado, com pessoas caminhando sob um arco, repleto de cores e atmosfera animada.
Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

Vamos agora para Feirinha da Praça Osório, famosa por sua atmosfera animada e variedade de produtos, essa feira é parada obrigatória para quem gosta de artesanato, gastronomia e cultura.

Ao caminhar pelos corredores da feira, você encontra barraquinhas que vendem desde roupas, jóias feitas à mão até alimentos frescos e saborosos. As cores dos produtos e das pessoas circulando contrastam com o verde da praça, o que cria um cenário visualmente interessante que encanta quem passa por aqui. Além disso, você também encontrará diversos artistas talentosos. Pintores e pintoras criam obras ao vivo, e musicistas e grupos de dança se apresentam para o público — por isso a fama de ser animada!

E não para por aí: quem visita a feira pode se preparar para o inverno desse ano com diversas opções para se aquecer. Durante os dias mais frios, é possível desfrutar de uma variedade de comidas típicas, incluindo deliciosas opções de pinhão e quentão disponíveis pelas barraquinhas.

Segunda a Prefeitura Municipal de Curitiba, a Feirinha Praça Osório acontece de segunda a sábado, das 14h às 20h, e aos domingos, das 14h às 20h, no centro da cidade.

Leia também: Inverno em Curitiba: confira dicas de passeios e gastronomia

Feira livre Água Verde 

Uma movimentada rua da cidade à noite, com pedestres caminhando sob o brilho dos postes de iluminação.
Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

A próxima parada é a Feirinha Noturna do Água Verde, que acontece toda 5ª feira, das 17h às 22h, no bairro Portão. Apesar de ser menos popular do que as outras, ela não deixa de oferecer bons momentos e muita diversão para quem a visita, principalmente no requisito gastronomia.

Conhecida por ser a melhor opção para jantar ao ar livre na cidade, na feirinha encontramos apenas duas bancas tipicamente de feira: uma com frutas e outra com legumes. Nas demais barracas, o destaque é a comida de rua de qualidade. A barraca Delícias do Aipim, por exemplo, liderada por Cecília Alcântara há 24 anos, foi indicada ao prêmio gastronômico da cidade pela revista Veja, em 2013. Seu carro-chefe são os bolinhos de aipim, disponíveis com vários tipos de recheio.

Além da gastronomia, outros elementos especiais fazem dessa feirinha um evento único. O ambiente familiar e a música ao vivo acrescentam um charme especial ao local. Por isso, se você deseja uma experiência memorável pela capital paranaense, não pode deixar de visitar a Feirinha do Água Verde!

Leia também: Turismo em Curitiba: melhores dicas do que fazer e conhecer

Feira Noturna do Champagnat

Uma cena movimentada de rua com pessoas desfrutando de comida e fazendo compras.
Fonte: Tripadvisor

Outra opção noturna é a Feira Noturna do Champagnat, seu foco é na gastronomia. Aqui você encontra, além dos tradicionais legumes e frutas, diversas barraquinhas e foodtrucks de comida, com destaques para opções internacionais como beirutes, fogazzas, sanduíches, waffles, tacos, sushis, sorvete húngaro (kurtoskalacs), dentre outras opções deliciosas.

Além das comidas variadas, a feira também oferece um amplo comércio de queijos, linguiças e produtos típicos das colônias locais, como a alemã. O espaço, que conta com estacionamento nas proximidades, proporciona um ambiente familiar e acolhedor nas noites de sextas-feiras, das 17h às 22h, no bairro Mercês.

Leia também: Jardim Botânico de Curitiba: tudo o que você precisa saber

Feira Gastronômica do Batel

Um mercado noturno com pessoas caminhando na chuva, explorando diversas barracas e desfrutando da atmosfera.
Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

Mais conhecida como Feirinha do Batel, esse espaço gastronômico, que ocorre aos sábados, das 12h às 20h, no bairro Batel, oferece uma ampla gama de comidas típicas de diferentes países do mundo. Contando com cerca 21 barracas, quem a visita pode desfrutar de iguarias do Peru, Itália, China, México, Alemanha, Ucrânia, Japão, Índia, além de pratos brasileiros mineiros, baianos e, claro, paranaenses. 

Se você busca uma refeição econômica e uma experiência típica de Curitiba, nossa recomendação é apostar nessa feirinha! Além das culinárias citadas acima, você ainda encontrará desde os clássicos pastéis de feira, pizza frita, bolinho de bacalhau, acarajé até o típico Pierogi — tipo de pastel cozido originário da Polônia.

O local é bem organizado e as próprias barracas disponibilizam cadeiras para que você possa sentar e comer sua refeição com tranquilidade. É a combinação perfeita de bom preço, qualidade e ambiente agradável.

Leia também: Castelo do Batel: passeios, eventos e dicas imperdíveis

Feira Orgânica do Passeio Público

Frutas frescas e legumes à venda em um ambiente de feira ao ar livre.
Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

A Feira Orgânica do Passeio Público é a feira de comidas orgânicas mais antiga de Curitiba, ela é ideal para comprar alimentos, além de praticar atividades físicas ou dar um passeio relaxante admirando os lagos e as áreas verdes ao redor do local.

Com uma ampla gama de produtos, que vão de artesanatos a alimentos cultivados organicamente por famílias locais, aqui você encontrará frutas, legumes, verduras, além de farinhas e cereais, incluindo opções difíceis de encontrar em outros lugares, como arroz negro e uma variedade de feijões. Se destacam também as barracas de lanches, que apresentam uma variedade de salgados, tortas doces, pães de fermentação natural, leites vegetais e sucos de frutas regionais.

A Feira Orgânica do Passeio Público, que acontece aos sábados, das 7h às 12h, no centro da cidade, é o lugar perfeito para visitar com crianças ou na companhia de amigos.

Leia também: Roteiro turístico em Curitiba: o que não pode ficar de fora?

Feira do Litoral

Uma deliciosa salada com camarão e outros frutos-do-mar num prato. Uma combinação saudável e saborosa de ingredientes.
Fonte: Envato

Por fim, a Feira do Litoral, que acontece aos sábados, das 7h às 12h, na Praça 19 de Dezembro, facilita as trocas culturais e turísticas entre o litoral e a capital paranaense. Aqui você encontra com facilidade diversos produtos típicos, como chips de banana ou mandioca, palmito fresco, sucos naturais, farinhas finas e balas de banana.

Além disso, há trailers especializados em frutos-do-mar frescos que oferecem uma variedade de camarões, peixes e filés à clientela. E tem mais: na própria Feira do Litoral você desfruta de lanches variados feitos a partir desses pecados, como casquinha de siri, porções de camarão, de peixe e bolinhos de bacalhau.

Leia também: 12 passeios em Curitiba indispensáveis para conhecer bem a cidade

Onde se hospedar para conhecer todas essas feirinhas?

Vista da cidade de Curitiba de um parque cercada por áreas verdes.

Para aproveitar ao máximo as feiras em Curitiba, hospede-se com conforto e na melhor localização da cidade. A HCC Hotels oferece cinco excelentes opções na capital paranaense para que você garanta uma estadia perfeita. Veja!

Go Inn Curitiba

Hotel moderno e conveniente, aqui você tem a liberdade de personalizar sua estadia com a modalidade de autosserviço. Priorizamos oferecer uma excelente relação custo-benefício, garantindo, ao mesmo tempo, o conforto essencial para uma estadia agradável.

Quality Hotel Curitiba 

Este hotel proporciona um ambiente aconchegante e charmoso, ideal para recarregar as energias. É conhecido pela proximidade de restaurantes excelentes e atrações famosas, e seus quartos contam com TV de tela plana, minibar e ar-condicionado para um ótimo conforto durante a estadia.

Radisson Hotel Curitiba

Localizado no centro do Batel, este hotel oferece um ambiente moderno e aconchegante, pensado para proporcionar a sensação semelhante à de estar em  casa. No topo do Radisson, encontra-se o spa Gaya Bem-Estar, onde você pode desfrutar de uma variedade de massagens e tratamentos de beleza. Além disso, há acesso à sauna, academia e uma piscina coberta aquecida.

Qoya Hotel Curitiba, Curio Collection by Hilton 

Uma experiência de luxo moderno em um edifício icônico localizado na avenida Sete de Setembro. Com inspiração no estilo de vida tranquilo e no movimento soulful, o Qoya oferece um ambiente que combina o melhor da arquitetura e da gastronomia, ideal para momentos de descanso.

Suryaa Hotel, Curio Collection by Hiton

Localizado no sofisticado bairro Alphaville Graciosa, na região metropolitana de Curitiba, o Suryaa Hotel, Curio Collection by Hilton é um hotel boutique contemporâneo e elegante. Suas suítes são equipadas com tecnologia e acabamentos de alto padrão. Além disso, o Suryaa oferece um restaurante e lounge com uma bela vista panorâmica para o campo de golfe do Alphaville Graciosa Clube.

Que hotel da HCC é o ideal para sua próxima estadia em Curitiba? Acesse nosso site e faça sua reserva hoje mesmo!

Categorias
Curitiba/PR Destinos Dicas de Viagem

Inverno em Curitiba: dicas e atrações

A capital paranaense oferece atrações durante todo o ano, mas é no período das férias de inverno que a cidade se torna especialmente interessante para quem gosta de fazer turismo durante a estação mais fria do ano. Com a baixa nas temperaturas, Curitiba proporciona diversas experiências e atrações imperdíveis, que conseguem até mesmo capturar a essência do inverno europeu.

Neste artigo, vamos descobrir as melhores atividades para aproveitar a estação gelada na capital do Paraná, destacando os principais atrativos que o destino oferece nesta época do ano. Continue a leitura e confira!

Como é o clima de inverno em Curitiba?

Antes de tudo, é essencial entender o clima da cidade durante a estação mais fria do ano para se planejar adequadamente para a viagem, certo? Como já é de se esperar, Curitiba no inverno é conhecida por suas temperaturas baixas, com médias que variam entre 8 e 15 °C. Durante a noite, os termômetros podem cair abaixo de zero, especialmente em julho, conhecido por ser o mês mais frio na cidade. 

Essa época do ano também é marcada pela alta umidade, que pode alcançar até 80% em alguns dias. E, embora seja raro, Curitiba já presenciou episódios de neve, sendo o mais recente em 23 de julho de 2013, quando a temperatura marcou 2 °C — o fenômeno surpreendeu e encantou tanto moradores e moradoras locais, quanto turistas de passagem pela cidade. As geadas, por outro lado, são mais comuns e podem ser vistas pelas manhãs durante o inverno.

Essas condições climáticas impactam diretamente as atividades da cidade, mas não se preocupe! Lá é comum encontrar lojas e restaurantes com aquecimento, ideais para aproveitar um passeio junto a uma lareira ou saborear uma refeição quentinha.

Leia também: Melhores parques de Curitiba: dicas para aproveitar a cidade

Como se vestir adequadamente para encarar o fio

Uma mulher de casaco vermelho e chapéu sorrindo enquanto segura um celular.

Enfrentar o inverno em Curitiba exige certa preparação e cuidados quanto ao tipo de vestimenta escolhida. Por isso, investir em peças adequadas é a dica de ouro para aproveitar ao máximo o que a cidade oferece durante a estação.

Abaixo listamos algumas dicas importantes:

Invista em peças de lã

Prefira peças de roupas térmicas e de lã, uma vez que elas mantêm o calor corporal e proporcionam um ótimo isolamento contra o frio intenso de Curitiba.

Faça camadas

Para lidar com temperaturas baixas, é importante se agasalhar bem usando várias camadas de roupas. Nossa dica é seguir esta ordem:

  • 1° camada: opte pelas blusas e calças segunda pele, o que criará uma “barreira” térmica para o seu corpo;
  • 2° camada: escolha roupas intermediárias que aqueçam sem serem pesadas ou apertadas, para garantir conforto durante o dia — o tecido Fleece é uma ótima opção por ser leve e manter o calor. 
  • 3° camada: a última camada são as jaquetas térmicas. Existem diversas opções com diferentes capacidades térmicas, geralmente, divididas em duas categorias: com preenchimento de fibras (mais robustas e pesadas) e com preenchimento de plumas/penas (com alta compressibilidade e leveza).

Tenha uma boa bota forrada

Invista em um par de botas com forro por todo o interior, inclusive na palmilha e no cano. O solado deve ser, preferencialmente, de borracha ou ter uma camada externa do material por cona dos ambientes úmidos. Meias grossas também são ótimas para aumentar a sensação de pés aquecidos.

Acessórios indispensáveis

Quanto aos acessórios, não se esqueça do cachecol, luvas e um chapéu ou gorro para proteger seu rosto e suas mãos do frio. Óculos de sol também são úteis para proteger seus olhos da luz refletida na neve.

Leia também: Brunch em Curitiba: tenha um momento digno de cinema

Inverno em Curitiba: dicas do que fazer e onde ir

Seja em espaços fechados ou ao ar livre, há uma variedade de atrações que se destacam durante o inverno na capital paranaense. Abaixo listamos os melhores passeios para o frio que você não pode deixar de fora do seu roteiro:

Festival de Inverno de Curitiba

Pessoas caminham por uma feira à céu aberto com barracas e tendas.
Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

O Festival de Inverno de Curitiba é um evento anual de destaque no calendário cultural da cidade. Durante 10 dias, diversas atrações, como shows musicais, teatrais e exposições artísticas, aquecem o frio da cidade junto à gastronomia feita especialmente para o evento.

O evento sempre ocorre no mês de julho, e seu objetivo principal é oferecer uma programação variada de moda, gastronomia, cultura, serviços e bem-estar, atraindo turistas e locais para curtir o frio de Curitiba. Para conferir toda a programação do Festival de Inverno de Curitiba, acesse o site oficial da prefeitura.

Leia também: Feiras gastronômicas em Curitiba: fique por dentro

Passeio pelo Jardim Botânico

Um amplo campo de cor verde, flores amarelas e roxas, com uma estufa de vidro ao fundo.

Mesmo durante o inverno, o principal cartão-postal de Curitiba permanece deslumbrante. Inaugurado em 1991, o Jardim Botânico Francisca Maria Garfunkel Rischbieter representa a arquitetura francesa, através de estruturas arquitetônicas e tapetes de flores logo na entrada.

Dentro dele, você pode visitar o Museu Botânico de Curitiba — verdadeiro tesouro de conhecimento e pesquisa botânica. É o maior herbário do Brasil, com cerca de 400 mil plantas secas, além de uma extensa coleção de madeiras e frutas. 

Há também o Jardim das Sensações, uma trilha de 200 metros onde visitantes são guiados de olhos vendados para explorar o plantas e paisagens naturais usando os outros sentidos. É o passeio perfeito para ter o que fazer no inverno curitibano!

A entrada do Jardim Botânico é gratuita e seu horário de funcionamento deve ser confirmado no site oficial da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Leia também: Jardim Botânico de Curitiba: tudo o que você precisa saber

Degustação de vinhos na Vinícola Durigan

Um prédio grande com uma grande garrafa de espumante e um barril decorativos na frente.
Fonte: Tripadvisor

Não é novidade que a região da capital paranaense é conhecida por seus excelentes vinhos. E por que não aproveitar a estação para experimentar os melhores rótulos locais?

Localizada no bairro Santa Felicidade, a Vinícola Durigan — que, na verdade, é uma loja com produtos vindos diretamente da vinícola — é um passeio especial para quem aprecia uma boa taça de vinho ou uma xícara de chocolate quente no inverno.

O interior da loja é bastante atrativo, com decorações chamativas e diferentes. Já a degustação de vinhos, o principal atrativo do local, acontece todos os dias e à vontade! 

Além dos vinhos Durigan, a loja também vende queijos, salames, pimentas e outras delícias para comer e levar de lembrança. Para ter mais informações, visite o site do local.

Degustação de cervejas na Cervejaria Bodebrown

Dois homens de pessoas mostram copos de cerveja para a câmera em um bar.
Fonte: Revista Beer Art

Há quem goste de vinho e há quem prefira uma cerveja! Fundada em 2009, a Bodebrown é uma cervejaria premiada internacionalmente. Situada em Curitiba, ela é pioneira no uso de growlers (garrafa de cerveja retornável).

Nela, você pode desfrutar de uma imersão completa no universo cervejeiro, explorando ao mesmo tempo as cervejas ‘diferentonas’ e originais da marca. Quer saber mais sobre a cervejaria? Acesse seu site e confira os produtos e eventos.

Visita ao Museu Oscar Niemeyer

Exposição de esculturas variadas em um museu.
Fonte: Museu Oscar Niemeyer

O Museu Oscar Niemeyer, também conhecido como “Museu do Olho”, apresenta exposições incríveis que certamente vão enriquecer sua experiência cultural. Criado pelo arquiteto e artista que empresta seu nome ao museu, o MON é o principal (e mais famoso) local dedicado à arte em Curitiba.

O Museu possui uma coleção permanente e exposições temporárias e, dentre seu acervo, destacam-se artistas como: Andy Warhol, Tarsila do Amaral, Candido Portinari, Caribé, Tomie Ohtake, e uma mostra dedicada a Oscar Niemeyer em homenagem a seu trabalho.

Para conferir as exposições, horários e comprar os ingressos, acesse o site oficial e fique por dentro das suas próximas ações.

Leia também: Museu Oscar Niemeyer: TUDO o que você precisa saber

Pratos e bebidas regionais que você não pode deixar de conhecer

Agora que você já conhece os principais atrativos que Curitiba oferece no inverno, chegou a hora de conhecer um pouco da rica gastronomia regional. A cidade se destaca pela influência de diversas culturas, que deram origem a pratos cheios de sabor e conforto.

Vamos começar pela famosa carne de onça, um prato típico curitibano feito com carne crua temperada. Essa receita remonta às tradições culinárias da cidade, mais especificamente da década de 1960. Diz-se que o nome curioso vem da semelhança visual entre a carne crua usada na preparação e a pele de uma onça.

Já no que diz respeito às bebidas, você não pode deixar de provar o quentão — bebida tradicional do inverno curitibano. Embora alguns digam que a bebida surgiu em Minas Gerais, quando as pessoas costumavam adicionar iguarias à cachaça para se aquecer durante as festas dos três santos de junho, muitos restaurantes, cafés e lugares em Curitiba também servem essa delícia quente.

Leia também: Comidas típicas de Curitiba: 6 dicas de pratos para vocë aproveitar

Hotel em Curitiba: onde se hospedar durante o inverno?

Para aproveitar o melhor do inverno curitibano, nada melhor do que se hospedar com conforto e na melhor localização da cidade. Para isso, você pode contar com a HCC Hotels! Na capital paranaense, dispomos de 5 ótimas opções:

Go Inn Curitiba

Hotel inovador e prático, onde quem se hospeda tem liberdade para personalizar sua experiência com autosserviço. Aqui, valorizamos a relação custo-benefício, mantendo o conforto essencial para uma hospedagem agradável.

Quality Hotel Curitiba 

Esta opção oferece um ambiente acolhedor e tranquilo, sendo uma ótima escolha para renovar as energias. Reconhecido pelo ambiente familiar e pela proximidade de excelentes restaurantes e atrações famosas, seus quartos estão equipados com TV de tela plana, minibar e ar-condicionado.

Radisson Hotel Curitiba

Situado no coração do Batel, você desfruta de um ambiente contemporâneo e confortável, projetado para proporcionar uma experiência acolhedora como se estivesse em casa. No topo do Radisson, está o spa Gaya Bem-Estar, que oferece uma variedade de massagens e tratamentos de beleza e relaxamento. Além disso, você ainda pode aproveitar a sauna, a academia e uma piscina coberta e climatizada.

Qoya Hotel Curitiba, Curio Collection by Hilton 

Oferece uma experiência de luxo contemporânea em um icônico edifício na avenida Sete de Setembro. Inspirado pelo conceito de slow living e pelo movimento soulful, o hotel proporciona um refúgio que combina arquitetura e gastronomia, criando um ambiente ideal para desacelerar e descansar.

Suryaa Hotel, Curio Collection by Hilton

Situado no nobre bairro Alphaville Graciosa, região metropolitana de Curitiba, o Suryaa Hotel, Curio Collection by Hilton, contém uma infraestrutura de hotel boutique contemporânea e elegante, possui 4.060 metros quadrados de área construída. A arquitetura oferece suítes com tecnologia e acabamentos de alto padrão. O hotel também conta com restaurante e lounge com vista para o campo de golfe do Alphaville Graciosa Clube.

Já sabe qual hotel HCC vai se hospedar em Curitiba? Acesse nosso site e faça sua reserva hoje mesmo!

Categorias
Eventos Sociais

O que é um Elopement Wedding?

O casamento, momento único e especial na vida de muitas pessoas, frequentemente é marcado por uma grande cerimônia e festa para os convidados. Porém, em alguns casos, a grandiosidade do evento pode nos fazer esquecer o que realmente importa: a união e o amor entre o casal.

Diante disso, uma tendência que se tornou popular nos últimos anos são os casamentos mais intimistas, com poucos ou nenhum convidado, onde o foco é totalmente a celebração do amor entre as pessoas envolvidas. E é justamente neste cenário que surgiu o chamado Elopement Wedding.

Neste artigo, vamos explorar o conceito por trás do casamento Elopement, uma opção mais econômica se comparada a uma cerimônia tradicional e, considerada por muitos, uma forma mais significativa de comemorar o amor entre duas pessoas. Continue a leitura!

Elopement Wedding: o que é?

Duas noivas de mãos dadas segurando um buquê de flores.

Se você está planejando seu casamento, ou apenas se interessa pelo assunto, é bem provável que já tenha se perguntado: “o que é Elopement Wedding?”.

Elopement Wedding se refere a um estilo de casamento íntimo e cheio de personalidade, focado principalmente no casal. O termo vem do verbo inglês “elope”, que significa “fugir sem intenção de voltar”, tornando a cerimônia um conceito que vai contra as festas e as cerimônias tradicionais — uma vez que permite ao casal celebrar o amor de forma mais natural e sem a pressão dos grandes eventos.

O casamento Elopement também é considerado uma forma de mostrar o compromisso entre duas pessoas, longe das expectativas dos outros. E, embora pareça uma ideia moderna, a prática tem raízes bem antigas. No passado, casais apaixonados fugiam para se casar contra a vontade de suas famílias ou por causa de restrições sociais. Hoje, o Elopement Wedding revive essa ideia romântica com uma nova abordagem — uma celebração íntima que valoriza o amor acima de tudo.

E quanto aos valores?

À medida que os casamentos Elopement se tornam cada vez mais populares, diversos casais estão percebendo a economia que essa opção pode oferecer. Afinal, os casamentos convencionais podem representar despesas significativas, às vezes, ultrapassando facilmente dezenas de milhares de reais.

Por outro lado, em um elopement wedding, os custos com comida, bebida, aluguel do espaço, e assim por diante, são calculados apenas para os presentes e para a equipe que trabalha no evento — resultando em um casamento a dois mais acessível do que um casamento tradicional.

Leia também: Hotel para lua de mel em Curitiba: veja as melhores opções!

Questões legais do Elopement Wedding no Brasil

Assim como em qualquer casamento, há algumas exigências legais que precisam ser cumpridas para que seu Elopement Wedding seja reconhecido oficialmente. Abaixo listamos as principais questões relacionadas ao registro desse tipo de união:

Escolha do oficial de registro civil

Primeiramente, é importante ter um oficial de registro civil, que pode ser um tabelião ou um juiz de paz, para realizar a cerimônia. Depois, é preciso registrar o casamento no cartório dentro de um prazo determinado após a cerimônia — recomendamos buscar orientação de uma pessoa profissional da advocacia ou especialista para garantir que tudo seja feito corretamente.

Testemunhas para a cerimônia

Além disso, vale ressaltar que, mesmo sendo uma cerimônia íntima, as leis do Brasil requerem duas testemunhas para confirmar a união em um Elopement Wedding. Essas testemunhas podem ser pessoas da sua preferência presentes na celebração.

Bom planejamento

Para que o seu Elopement Wedding ocorra sem grandes interferências, é essencial fazer um planejamento prévio e detalhado. Se certifique de cumprir todos os requisitos legais para evitar dores de cabeça e assegurar que o grande dia seja o mais especial possível!

Como fazer um Elopement Wedding: passos essenciais

Um casal de noivos caminhando à beira do mar, de mãos dadas.

Agora que você já sabe os trâmites legais para formalizar um casamento do tipo Elopement, é hora de se concentrar nos detalhes do grande dia. Abaixo listamos alguns passos essenciais para organizar o Elopement Wedding dos sonhos:

Invista nos preparativos

Comece o seu dia da melhor maneira possível, com um café da manhã balanceado ou com um banho relaxante. Tire um tempo para relaxar e cuidar de você, seja fazendo sua rotina de skincare, praticando meditação ou se exercitando em uma sessão de yoga — tudo isso pode te ajudar a diminuir a ansiedade e se sentir mais confiante.

Escolha o vestuário com calma

Escolha as vestimentas apropriadas pensando no ambiente escolhido para o seu casamento Elopement. Não se preocupe em seguir a risca as regras tradicionais — se um vestido branco ou um terno preto não combinam com você, opte por algo que reflita sua personalidade e te deixe confortável.

Escreva seus votos com antecedência

No Elopement Wedding, a cerimônia é um momento especial e privado, onde somente você e seu amor estarão presentes. Antes da hora tão aguardada do “sim”, dedique um tempo para escrever votos sinceros, que falem sobre o sentimento e o compromisso que vocês compartilham. Nossa sugestão é personalizar seu texto com histórias, promessas e memórias que são significativas para o casal, o que tornará o momento ainda mais emocionante e único.

Registre o momento

Contrate um serviço de fotografia com experiência em Elopement Weddings para registrar os melhores momentos do seu grande dia. As fotos tiradas serão lembranças muito especiais que você poderá guardar para sempre, revivendo os detalhes da cerimônia sempre que quiser!

Celebre após a cerimônia

Após a cerimônia, festeje com o seu amor do jeito que preferirem. Que tal um jantar romântico enquanto o sol se põe? Ou um passeio tranquilo pela cidade? E até mesmo um mergulho no mar, caso vocês tenham optado por um Elopement Wedding na praia?

Leia também: Como é um casamento na praia?

Onde fazer seu Elopement Wedding?

Dentre os pontos mais importantes no planejamento de um casamento Elopement, o local onde será realizada a cerimônia é o grande destaque. Sugerimos que vocês escolham um ambiente que tenha significado especial para vocês enquanto casal, talvez onde tenham boas lembranças juntos. As opções incluem:

Na praia

Já imaginou trocar votos enquanto o sol se põe, sentindo a areia sob seus pés e ouvindo o som das ondas se quebrando ao fundo? Escolher a praia como cenário para o seu casamento garante toda uma atmosfera romântica à ocasião, tornando o grande dia ainda mais especial.

No campo

Que os casamentos Elopement celebrados em serras e montanhas são absolutamente lindos, isso é fato! A vista é incrível e cria uma conexão muito especial entre os noivos e a natureza ao redor. Além disso, você sabia que há diversas fazendas e espaços mais afastados dos grandes centros urbanos que proporcionam cenários igualmente encantadores para uma cerimônia a dois? Procure com calma e decida por aquele que faça mais sentido para vocês.

Em casa

O casamento em casa, também chamado de Home Wedding, é quando a cerimônia é realizada na residência, seja dos noivos, dos pais ou de um familiar. Com uma decoração bem feita, é possível criar um ambiente romântico e confortável para a celebração. 

Em um hotel

Seja para pré-wedding ou para o casamento em si, um hotel pode ser muito conveniente para o casal — esse tipo de estabelecimento, muitas vezes, possui um local próprio para a realização da cerimônia. Vocês podem escolher entre diferentes pacotes, dependendo dos serviços que cada hotel oferece, simplificando a organização da cerimônia e ajudando a poupar dinheiro. 

Ao optar por um dos hotéis HCC para realizar seu Elopement Wedding, você terá acesso a serviços e facilidades excelentes! A arquitetura e o design dos nossos estabelecimentos criam uma atmosfera aconchegante e agradável, perfeita para a tão esperada hora de dizer o “sim”.

Destination Wedding

Com tantos destinos encantadores disponíveis tanto no Brasil quanto no exterior, outra opção popular é o chamado Destination Wedding — que nada mais é do que escolher um destino específico, geralmente longe da cidade onde o casal mora, para realizar a cerimônia de casamento.

Leia também: Destination Wedding: vantagens, como organizar, informações e mais

Dicas para escolher o local ideal para seu casamento Elopement 

Ao escolher o local para o seu casamento Elopement, há alguns cuidados importantes a serem considerados: 

  1. Escolha o local: é fundamental que o espaço escolhido tenha um significado especial para vocês como casal — pode ser onde se conheceram, um destino de férias querido, ou apenas um lugar que tanto você, quando o seu amor, adoram.
  2. Logística de transporte: não esqueça de levar em conta a logística. O local é de fácil acesso? Possui todas as comodidades necessárias? Além disso, se certifique de conhecer as regras e regulamentos locais quanto à realização de cerimônias de casamento.
  3. Design e arquitetura: considere a estética do local como decoração. Ele combina com o estilo e a atmosfera que vocês desejam ter em seu casamento? O local  oferece um cenário bacana para tirar fotos e recordar este dia especial? Pensar nesses pontos pode fazer com que você evite se frustrar no futuro quando for escolher as fotos para o álbum.
  4. Visite o local: é crucial fazer uma visita ao local antes de tomar a decisão final. Será essa visita a responsável por permitir que vocês avaliem todos os aspectos do espaço e determinem se ele corresponde exatamente às suas expectativas e visões para a cerimônia.

Lembre-se: o mais importante é que tanto você, quanto seu amor, estejam felizes e se sintam confortáveis com a escolha do ambiente. Afinal, esse será o lugar onde vocês vão dar início à sua nova vida juntos.

Decoração para Elopement Wedding

Já escolheu o local do seu casamento Elopement? Agora é hora de pensar na decoração:

Tradicional

Geralmente realizadas à noite, as cerimônias tradicionais são elegantes, com uma decoração cheia de detalhes, como cristais brilhantes, prata reluzente, móveis em tons suaves e flores espalhadas.

Romântica decoração de casamento com flores e velas

Rústico

O estilo rústico promove a beleza dos elementos naturais, como cordas, madeiras, folhagens e flores delicadas, criando uma decoração charmosa e muito acolhedora.

Uma cerimônia de casamento é montada na floresta. O cenário é romântico, com cadeiras brancas alinhadas em um caminho de folhas.

Bucólico

Esse estilo é suave, romântico e conectado à natureza. Sua decoração inclui móveis em tons suaves, porcelanas, tecidos estampados e muitas, muitas flores!

Cerimônia de casamento ao ar livre. É visto um arco retangular com tecidos fluidos e flores rosa e branca ao centro, com cadeiras bege enfileiradas.

Minimalista

No casamento minimalista o lema seguido é “menos é mais”. Isso significa que a decoração é simples, com cores neutras, sem exageros e extravagâncias.

Belo arco de casamento decorado com flores e tecido branco.

Gostou das dicas para tornar seu Elopement Wedding ainda mais especial? Cada estilo e decoração que mencionamos tem suas vantagens e beleza, perfeita para fazer parte de um dos momentos mais especiais da sua vida.

E para tornar essa experiência ainda mais memorável, conte com a HCC Hotels. Seja para realizar a cerimônia, ou então passar a lua de mel, você encontrará um ambiente agradável e elegante, com serviços de alta qualidade para atender a todas as necessidades do casal.

Além do conforto excepcional, oferecemos benefícios exclusivos que deixarão sua estadia mais agradável. Faça sua reserva agora mesmo através do nosso site!

Leia também: Comemorar aniversário de casamento: saiba como acertar em cheio

Categorias
Destinos Dicas de Viagem Ilhabela/SP

Conheça 5 lugares para ir à noite em Ilhabela

As praias de Ilhabela dispensam apresentações e garantem diversão durante o dia todo — mas durante a noite, a cidade paulista também não deixa a desejar! Seja em um passeio relaxante pela orla, tomando um bom drink em um dos tradicionais bares do Centro Histórico ou admirando a paisagem do Mirante Praia dos Barreiros, Ilhabela oferece uma variedade de opções para todos os gostos após o pôr do sol.

Neste artigo, você vai conhecer as melhores dicas e lugares para curtir Ilhabela à noite, garantindo uma experiência inesquecível no litoral paulista. Continue lendo para conferir nossas sugestões!

Antes da noite, aproveite o dia!

Uma praia com barcos e árvores na margem. Um cenário tranquilo e sereno para relaxar e aproveitar a natureza.

Antes de descobrir os melhores lugares para um passeio em Ilhabela à noite, vale a pena conhecer algumas de suas praias mais paradisíacas e famosas. Afinal, o município-arquipélago tem muito a oferecer nesse quesito! Abaixo, listamos as 5 praias que não podem ficar de fora do seu itinerário:

1 – Praia do Curral

Localizada ao sul de Ilhabela, a Praia do Curral é a mais badalada do município. Contando com cerca de 500 metros de extensão e uma ótima infraestrutura, nela você encontra uma variedade de bares à beira-mar com música ao vivo, além de opções de restaurantes e quiosques.

2 – Praia do Bonete

Para quem curte uma aventura, a Praia do Bonete é o destino perfeito! Sua orla, com mais de 600 metros de extensão, é cercada por árvores Chapéu-de-Sol, enquanto as ondas de até 3 metros, formadas pelo vento sul, proporcionam diversão para quem pratica surf.

3 – Praia do Perequê

A Praia do Perequê é uma das favoritas dos visitantes de Ilhabela, graças à sua excelente infraestrutura e à variedade de atividades de lazer. Com muitas vagas de estacionamento, bares convidativos e até mesmo um playground para as crianças, o local garante diversão para toda a família.

4 – Praia das Pedras Miúdas

Nomeada por seu fundo marinho repleto de pequenas pedras, a Praia das Pedra Miúdas tem uma orla de apenas 50 metros e é uma boa alternativa para quem quer saborear petiscos à beira-mar ou apenas estar em contato com a natureza.

5 – Praia da Feiticeira

A Praia da Feiticeira, situada em um condomínio de luxo, conta com um mar calmo, áreas sombreadas e formações rochosas perfeitas para tirar fotos — uma ótima escolha para quem quer um lugar mais calmo nos dias em que Ilhabela está repleta de turistas.

Leia também: O que fazer em Ilhabela: as melhores dicas

A noite em Ilhabela

Em Ilhabela, a noite é uma atração à parte. Quem visita a cidade pode observar as estrelas refletidas no oceano, ao mesmo tempo em que as luzes dos bares e restaurantes à beira-mar adicionam um toque agradável e aconchegante, tornando o momento uma experiência ainda mais especial.

Quanto aos atrativos, não é difícil encontrar uma variedade de opções para curtir a vida noturna em Ilhabela. Aqui você pode escolher desde uma balada, com pista de dança, muita agitação e bons drinks, até jantares agradáveis com a família, opção ideal para quem busca aquele fazer turismo gastronômico, com muita comida e música boa.

Além das opções que já comentamos, a cidade tem uma vasta programação de festivais durante o ano todo, como o famoso Ilhabela in Jazz. Acesse o site oficial da Prefeitura Municipal, e confira o calendário de eventos completo.

Leia também: Passeios em Ilhabela: saiba o que não pode ficar de fora

5 dicas de lugares para ir em Ilhabela à noite

Agora que você tem uma ideia de como é a vida noturna em Ilhabela, vamos explorar alguns dos melhores lugares para aproveitar após o pôr do sol. Há uma grande variedade de opções para todos os gostos e estilos, você encontrará algo que lhe agrade. 

Confira 5 dicas para ter o que fazer à noite em Ilhabela:

Centro Histórico

Também conhecido como Vila, o Centro Histórico é parada obrigatória para quem visita Ilhabela, pois conta com construções históricas dos tempos coloniais, lojas charmosas, restaurantes, calçadões e plataformas de observação para desfrutar da vista do mar noturno. A primeira parada na Vila é a Rua do Meio, um ponto central e movimentado, especialmente nos finais de semana por conta das suas variadas lojas. Aqui você pode aproveitar para fazer compras ou simplesmente desfrutar de uma caminhada enquanto aprecia as construções. É um lugar muito agradável para passear tanto durante o dia quanto à noite, oferecendo uma experiência agradável sem custo adicional. E não podemos esquecer das barraquinhas de artesanato, sorveterias, lanchonetes, restaurantes, bares e cafeterias que você pode encontrar no caminho.

Rua cheia de vida à noite, com muitas pessoas e restaurantes.
Fonte: Flickr

A segunda parada é a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Ajuda. Ela foi erguida pelo vigário Manuel Gomes Pereira Marzagão por volta de 1706 e, por conta disso, sua arquitetura remonta ao século XVIII e mistura elementos do barroco à arte nacional. O interior da igreja é espaçoso, medindo 40 metros de comprimento por 10 metros de largura, e seu piso de mármore vem da Espanha, Minas Gerais e Santa Catarina. É o local perfeito para quem gosta de pontos turísticos religiosos ou para tirar belas fotografias na fachada.

Mulher usando chapéu observando uma igreja azul.

Yacht Club

Para as opções mais luxuosas, o Yacht Club Ilhabela é um dos mais importantes clubes náuticos brasileiros. Criado em 1956 para atender às pessoas praticantes de esportes náuticos, o clube se tornou um local de destaque para lazer e interação social em uma das áreas mais belas do litoral paulista. 

No local, você pode acompanhar muitos eventos, como o torneio de Rally Náutico e a Semana Internacional de Vela, que oferecem competições e atividades para amantes de esportes aquáticos. Além disso, no verão, o Yacht Club oferece uma série de atividades para toda a família durante a temporada, como recreação para as crianças, sessões de GYM, iatismo, beach tennis e sunsets com DJ.

Imagem aérea de uma marina movimentada com vários barcos.
Fonte: Yacht Club de Ilhabela

Baladas e clubes

As baladas em Ilhabela são sinônimo de aproveitar a noite, relaxar e se divertir ao mesmo tempo. Nos chamados “beach clubs”, as praias de águas cristalinas da ilha são o cenário ideal para curtir essa vibe.A começar pelo Sea Club Ilhabela, que fica na Praia do Saco da Capela. 

Apesar de ser um clube com restaurante, bar e piscinas, durante a noite o Sea Club se transforma em um palco de festas noturnas agitadas. Com vista para o mar, bem pé na areia, acontecem as chamadas Sunsets — estilo de festa comum no verão europeu. São momentos descontraídos e animados com DJs da cena eletrônica, que se revezam para agitar os visitantes.

Uma piscina com espreguiçadeiras e guarda-sóis perto da praia.
Fonte: Sea Club Ilhabela

Se você quer curtir a noite com música, drinks e boa comida, o ILLA é uma escolha sem erros.  O local é conhecido por receber DJs de eletro-funk, que tocam sets animados e garantem a diversão da galera. Sua decoração completa o ambiente com cores vibrantes em neon e, se bater aquela fome durante a festa, o cardápio deste pub/bar tem uma grande variedade de comidas e bebidas para agradar todos os gostos.

Pessoas se divertindo em uma festa, dançando e bebendo.
Fonte: Instagram oficial do ILLA Ilhabela

Passeios culturais

As noites em Ilhabela não são feitas só de festas, há muitos eventos culturais interessantes também! O Centro Cultural da Vila, por exemplo, é um ponto de referência para a cultura em Ilhabela. O local abriga o Museu Waldemar Belisário, que oferece exposições que celebram a vida caiçara e apresenta peças do acervo do Museu Náutico de Ilhabela. Além disso, é um espaço onde se pode apreciar o trabalho de artistas da pintura e escultura locais, enriquecendo ainda mais sua experiência pela ilha.

Exposição em um museu com bonecos vestidos em trajes coloridos.
Fonte: Turismo Ilhabela

Outro point cultural indispensável para adicionar em seu roteiro de viagem é o Citronela Doc — evento anual que celebra o cinema documentário brasileiro contemporâneo, sediado no município do litoral norte paulista. O Citronela oferece uma oportunidade única para conhecer excelentes filmes, participar de debates, explorar a diversidade artística e aproveitar as atrações turísticas locais, tudo isso de forma totalmente gratuita, sendo uma ótima opção para ter o que fazer à noite durante a semana em Ilhabela.

Uma tenda com cadeiras e uma tela de projeção.
Fonte: Instagram oficial do Citronela Doc

Bares e restaurantes

Por fim, mas não menos importante, os bares e restaurantes são opções garantidas para uma noite saborosa. Em Ilhabela, você tem uma ampla variedade de opções para escolher, desde os estabelecimentos mais tradicionais até os mais sofisticados.

A começar pelo Restaurante Capitano: com uma atmosfera acolhedora e intimista, este restaurante italiano possui seu próprio menu autoral, que inclui massas frescas artesanais, risotos, carnes e frutos-do-mar, tudo acompanhado por uma generosa carta de vinhos. Em cada espaço, seja no jardim interno, no pergolado ou no salão principal, você pode apreciar a música ambiente enquanto observa a cozinha em funcionamento.

HCC TAMANHO 23 1
Fonte: Revista Ilhabela

Outra alternativa é o Jirêh Bar e Cozinha Prática — seu ambiente criativo e aconchegante é o cenário perfeito para desfrutar de bons drinks e pratos simples, porém sofisticados, que combinam ingredientes acessíveis e saudáveis com apresentações impecáveis. Seus sabores e originalidade certamente irão te surpreender.

Placa de "Jirêh" fixada na parede de um edifício.
Fonte: Google Maps

Onde se hospedar em Ilhabela?

Para aproveitar ainda mais o arquipélago-município paulista, nada melhor do que se hospedar com conforto e conveniência nos melhores hotéis da região, certo? Por isso, na sua próxima visita à Ilhabela, hospede-se com a HCC Hotels no Wyndham Ilhabela Casa di Sirena!

O Casa Di Sirena fica situado na Praia do Veloso, ao sul de ilha, uma região conhecida por suas praias intocadas, cachoeiras e piscinas naturais. Integrado à natureza, o hotel é uma verdadeira obra de arte, com elementos de vidro, pedra e madeira, além de móveis importados da Indonésia.

Oferecendo serviços de alta qualidade, o padrão é mantido pela reconhecida marca internacional Wyndham. Com uma área de mais de 15.000m², piscina de borda infinita com vista para o mar, acesso privativo à praia e quartos projetados para que o som do mar seja uma constante, o Casa Di Sirena é o destino perfeito para suas próximas férias.

Acesse nosso site e faça sua reserva hoje mesmo!

Leia também: Conheça a Praia do Veloso, no sul de Ilhabela